Blog do CineMaterna

De voluntária a público - e de volta

por Irene Chissa Nagashima, 28 de agosto de 2018

Há 10 anos, quando o CineMaterna começou, não tivemos nenhum patrocinador por um ano. Só que, expandir para o Rio de Janeiro era um caminho natural e mandatório. Viajamos pro Rio com passagem de milhagem, ficamos em hotel por nossa conta, bancamos as despesas. Foi lá que recrutamos as primeiras pinks fora de São Paulo.

Primeira equipe de voluntárias do Rio, em 2009.
Três Renatas: Firmo (à direita), Bougleux (ao lado) e Deprá (de óculos),
que engravidaram ao longo do ano seguinte desta foto.
(Repare na primeira versão de camiseta do CineMaterna)

Quando mexendo nas fotos de "antes e depois" nos posts anteriores, me deparei com as imagens da Renata Bougleux, que provavelmente foi, entre as voluntárias, nossa primeira "licença-maternidade". Ela já era mãe da Manu, gestou o Guilherme durante seu voluntariado no CineMaterna. Lembro até hoje da minha entrevista com ela, em uma frutaria em Botafogo. É da turma das voluntárias cariocas pioneiras e continua na equipe até hoje.

Kivia (esq), Bianca, Flávia, Renata, com Guilherme pequenino, e eu
Guilherme um pouco maior, no colo da Renata Bougleux.
Ao seu lado, no meio, Valéria e Raquel, e mais a Kivia,
de pink na ponta direita, que foram público das
primeiras sessões cariocas e tornaram-se voluntárias.
A outra pink com bebê no colo é a Renata Firmo, que teve seu segundo filho,
curtiu o CineMaterna como público e voltou pros bastidores. 
Ah, esta equipe carioca... Quanta saudade.
Terceira Renata da equipe, a Deprá, com seu filho em sling azul.
Eu estava grávida do meu segundo filho - e a
Alexandra Swerts, co-fundadora do CineMaterna, de sling roxo, com Jonas. 

Para fechar, a dupla Renata e Guilherme, em foto atual:


É muito amor em um único post. Estamos fazendo 10 anos, gente!